Curiosidades sobre a autora de Complicado Demais

Dando continuidade a Semana Complicado Demais, trouxemos algumas curiosidades sobre a autora:

http://literatiliteraturelovers.files.wordpress.com/2012/09/scstephens.jpg?w=670

S .C. Stephens

 

S .C. Stephens é uma autora best-seller que gosta de passar cada momento livre criando histórias que são embaladas com emoção e com bastante romance.

Seu romance de estréia, Thoughtless (lançado aqui no Brasil com o título de Intenso Demais), um impensado triângulo amoroso, cheio de angústia, paixões intensas e o inesquecível Kellan Kyle, transformou o mundo literário em uma tempestade. Maravilhada e surpresa pela resposta vinda do lançamento de Thoughtless em 2009, mais histórias vieram rapidamente. Stephens não parou de escrever desde então.

Além de escrever, Stephens gosta de passar tardes ao sol lendo romances fabulosos, carregar seu iPod com músicas, ir ao cinema e passar um tempo de qualidade com seus amigos e família. Ela mora atualmente no fantástico Noroeste do Pacífico com seus dois filhos igualmente lindos.

Por trás dos livros: a autora conta sobre a sua vida

Você sempre quis ser uma escritora ou isto representou uma súbita mudança de direção na sua vida?

SCS: Eu sempre tive o desejo de escrever, mas sem nenhuma verdadeira história para contar. Escrevi cenas aqui e ali, apenas para odiá-las depois e jogá-las fora. Eu quase joguei Intenso Demais fora um monte de vezes, mas eu gostava tanto que não podia simplesmente jogá-lo. Alguma coisa ficava me impulsionando a continuar, a finalizar. Além de completar a história, a grande mudança para mim foi falar sobre isso. Eu sou uma pessoa muito privada, e decidir contar às pessoas que eu escrevi uma história, e um romance como este, foi difícil para mim. Têm sido um processo gradual que só agora eu estou começando a ficar confortável. Algo assim.

O que iniciou o seu interesse na escrita?

SCS: Como disse anteriormente, eu sempre tive o desejo de escrever. Eu me interessei por diferentes gêneros, mas aquele que eu sempre retornava quanto tentava escrever alguma coisa era o romance. É a minha parte favorita em um livro, esteja eu lendo-o ou escrevendo-o – o primeiro olhar, a atração inegável, a saudade, o desejo, a exploração eventual. Eu sou louca por histórias de amor. Escrevi pedaços de pequenas cenas aqui e ali, mas não avancei mais do que algumas páginas até que comecei Intenso Demais. Depois que comecei esta história, não consegui parar.

Como você escreve?

SCS: Eu sou do tipo de garota que escreve seguindo o instinto. Normalmente tenho uma ideia de onde quero que a história vá, ou certos pontos que quero alcançar ao longo do caminho, mas este é um processo muito orgânico. Geralmente eu tenho um final em mente quando começo uma história, mas nem sempre. Às vezes tenho dois ou três, e não saberei exatamente como vai terminar até chegar lá. É como ver um filme se desdobrar em minha mente, e às vezes as coisas que acontecem me chocam completamente!

Tiveram algumas partes em Intenso Demais onde algumas pequenas coisas que aconteceram mais cedo na história se tornaram críticas mais tarde. O fato de a Kiera não gostar de falar com Griffin, por exemplo. Eu não tinha ideia do quão importante este detalhe se tornaria no enredo. Ou a visita da Anna. Quando a Kiera falou pela primeira vez com a Anna, eu não tinha ideia de como seria essa visita, de mal a pior. Nada disso foi planejado, e acabou que algumas delas tornaram-se as partes favoritas dos fãs.

Algumas coisas que eu tenho certeza que acontecerão na história simplesmente não funcionam quando eu chego lá. Eu tenho dúzias de notas no meu quarto, com vários tipos de ideias, algumas delas escritas em coisas realmente engraçadas, como sacos descartáveis, toalhas de papel, post-its, envelopes, cartões profissionais – qualquer coisa que esteja perto quando a ideia surge na minha cabeça!

Possivelmente a coisa mais difícil sobre Intenso Demais foi a maneira como o escrevi. Eu escrevi todas as cenas mais importantes primeiro e depois voltei para conectá-las. Porém, quando os personagens começaram a evoluir e crescer, eu comecei a inserir cenas, embaralhando algumas coisas, mudando quando e onde outras cenas aconteciam, e removendo aquelas que não funcionavam mais. Por exemplo, o tapa ouvido por todo o bar originalmente acontecia na casa deles… bem na frente de Denny, e as cenas das confissões aconteciam mais tarde, na garagem, e não incluía muito da história do Kellan… porque eu não tinha escrito a cena que inspirou sua trágica infância neste ponto. Foi uma boa experiência de aprendizado entretanto, e cada história que eu escrevi depois de Intenso Demais foram mais lineares – capítulo um até o final. Tive muito menos partes reescritas desta forma.

Eu tento escrever todos os dias, preferivelmente de manhã bem cedo, antes dos meus filhos acordarem. Quando eu comecei pela primeira vez, demorei entre 3 e 4 meses para finalizar uma história. Eu tenho estado muito mais ocupada agora, então levo um pouco mais de tempo. Eu também tenho escrito sequências ultimamente, o que leva mais tempo do que uma história nova, desde que há vários aspectos dos romances anteriores que eu tenho que lembrar. De várias maneiras, novas histórias são muito mais fáceis.

 

Anúncios

Conta pra gente o que achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s