[Resenha] Johnny Be Good – Paige Toon

Hi Hunters!

Quero apresentar a vocês uma série de livros que me ganhou no instante em que coloquei meus olhos sobre as primeiras linhas da história. A série Johnny Be Good é composta por 3 livros: Johnny Be Good, Baby Be Mine e Johnny’s Girl. Essa série deu origem a outra, como um spin-off, que já tem dois livros lançados e está perto de lançar o terceiro. Hoje focarei nos três primeiros livros. Mas, antes de começar, vou falar um pouco sobre a autora: Paige Toon. Ela é do Reino Unido e é um amor de pessoa, uma fofa! Muito atenciosa e carinhosa, sempre responde os fãs no Twitter. Paige, você não faz ideia do quanto sou grata a você por ter escrito esses livros e o quanto torço para que sejam publicados aqui no Brasil. 

PS: Sei que ficou um pouco grande, mas estamos falando de 3 livros!

Com vocês, os livros que ganharam meu coração:

Johnny Jefferson é um nome conhecido mundialmente. Grande astro do rock, já percorreu o mundo todo com suas turnês e, por onde passa, tem milhões de fãs que fariam de tudo por ele. Algumas delas, inclusive, acabam indo parar em sua cama. Johnny faz o que dá na telha, não é uma das pessoas mais comprometidas do mundo, não vive sem uma dose de whisky por perto e namora uma atriz de cinema, mas nunca amou alguém verdadeiramente. E agora ele precisa de uma assistente pessoal.

Meg Stiles mora em Londres, com sua amiga Bess e trabalha como assistente em um estúdio de arquitetura. Sempre foi mais fã de pop que de rock, então, diferente de várias de suas amigas, não morre de amores pelo Johnny Jefferson. Pelo contrário, ela mal conhece as músicas dele. Mas se dispõe a largar toda a sua vida e atravessar o oceano pra ser a nova assistente pessoal do cantor. Chegando em Los Angeles, Meg fica encantada com a mansão de Johnny e mais ainda com o chefe. Nem ela estava imune ao charme e beleza do Johnny.

O trabalho de Meg era basicamente tomar conta da vida de Johnny. Agenda de reuniões, entrevistas, shows, consultas, eventos, responder recados de fãs e tudo mais que dissesse respeito ao cantor. É no meio dessas atribuições que ela conhece Kitty, outra AP (assistente social) que a ajuda a se encaixar nesse mundo. Meg também conhece Serengeti, estrela adolescente convertida em símbolo sexual e namorada de Johnny. E também há Christian, melhor amigo de Johnny que está escrevendo uma biografia do amigo.

Durante o primeiro livro vamos vendo como Meg fica cada vez mais apaixonada por Johnny e pelas suas músicas. Mas Johnny nunca se apaixonou e, depois de terminar com Serengeti, volta a ser o Johnny de sempre: bebendo mais whisky que qualquer outra coisa, dormindo com fãs após os shows da turnê e até se drogando. Mas Meg acredita que ela pode ser a pessoa que irá mudá-lo. Mas ela só pode fazer isso se ele estiver disposto a aceitar essa ajuda. Uma das tentativas de Meg é levá-lo à uma casa que era de sua avó e que ela ia quando criança para deixá-lo longe das drogas e bebidas. E nessa casa temos uma das melhores cenas do livro! Finalmente Johnny se rende a Meg e os dois têm um momento juntos. Mas o medo de Johnny em se envolver o faz estragar tudo. Eles ainda passam outros momentos juntos durante o primeiro livro, mas Johnny tem o dom de destruir corações e isso faz com que Meg o deixe e volte pra Londres.

Em Londres ela começa a trabalhar como garçonete em um club e recusa até uma proposta de trabalho para ser AP de uma famosa atriz. Neste novo emprego ela reencontra Christian e este fala que possui uma casa e que eles podem dividir as despesas. Como Meg estava morando no sofá do apartamento que dividia com Bess, aceitou a oportunidade. Com o tempo e o crescimento da amizade entre os dois, eles acabaram se envolvendo. Mas Johnny é daqueles que só sabe dar valor depois que perde e vai atrás de Meg, e acho que no lugar dela eu também não resistiria aos olhos verdes de Johnny. Nessa visita, Johnny dá um ultimato à Meg, diz que só vai esperá-la por 3 meses. Meg não conta dessa visita a Christian, mas ela trouxe consequências que serão permanentes e perseguirão Meg por toda sua vida. Sim, amigos! Nossa querida Meg fica grávida! Mas como estava com Christian, ela realmente não sabe quem é o pai de Barney até que ele completa alguns meses.

O segundo livro gira em torno desse plot, Meg lidando com o sentimento de culpa e o medo de ser descoberta, já que o bebê tem os olhos e os cabelos do pai. Christian não percebe, mas no momento em que Johnny vê uma foto da criança se dá conta e faz questão de conhecer seu filho. Óbvio que Christian não aceita bem essa situação, até porque, no passado, Johnny já tinha ficado com uma namorada do amigo, e ele sai um tempo de casa para que Meg possa tirar suas coisas e se mudar para a casa de seus pais. Após uns meses com os pais, Meg se deixa ser convencida por Johnny a passar um tempo em LA para que ele possa passar mais tempo com o filho. Mas a atual namorada dele é mega problemática. Pra começo de conversa eles se conheceram na reabilitação, mas Dana continua se drogando e bebendo o tempo todo. E claro que não se dá bem com Meg. Por conta dela, que faz uma festa na casa de Johnny quando Barney está em casa, Meg decide voltar para a casa dos pais com filho, mas no dia seguinte à festa, a bomba explode e a imprensa descobre que Johnny tem um filho. Isso muda a vida deles e Meg agora precisa andar com segurança e tomar várias medidas para proteger o filho. Meg sai de LA, atravessa o oceano novamente e encontra uma casa nova. Com o tempo retoma a amizade com Christian e também acompanha o avanço de Johnny em deixar os maus hábitos. Por fim, os dois reatam, se casam e têm outro filho: Phoenix.

Meg espera que dali pra frente as coisas aconteçam da melhor forma possível, até porque eles não moram mais em LA. Sim, ela ficou meio traumatizada com a cidade, porque apesar de ter conhecido o amor da sua vida lá, também foi onde ela passou os piores momentos da sua vida. Mas nem tudo são flores… Por conta das gravações do novo CD de Johnny, a família se muda de volta para Los Angeles e o pior pesadelo de Meg se torna realidade: Johnny descobre que tem uma filha de 15 anos! O terceiro livro gira em torno da mudança de volta para LA e dos efeitos causados por essa descoberta. A partir daí começa a história dos outros livros que falei lá em cima e que serão resenhados daqui a uns dias, os livros sobre a filha do Johnny, Jessie Jefferson!

Sei que isso tá mais pra um resumão que uma resenha, mas foi mais forte que eu! Não sei se por esse resumo deu pra vocês sentirem pelo menos um pouco do carinho que sinto por esses personagens, mas achei linda a forma como Meg não desistiu de mudar Johnny  mesmo após tantos problemas e a forma como ela se envolveu com Christian. Eu nunca gostei muito de vê-la com o escritor, mas ele sempre esteve lá quando ela precisou. Também amei o ver tudo que Johnny estava disposto a fazer pelo filho e, depois do casamento, como ele tratava Meg. É impossível não se apaixonar por esses dois! E falando em se apaixonar… Acho que outra coisa que também me fez amar esses livros foi a autora! Além do que já falei lá no começo, ela ainda faz uma coisa que eu adoro: escreve extras e envia para quem está cadastrado em seu site. Se inscrevam, tem cenas pelo ponto de vista do Johnny!

É isso, espero que vocês tenham gostado e que leiam! Infelizmente não há notícias sobre a publicação dele aqui no Brasil, mas se vocês têm facilidade para ler em inglês ou espanhol, é possível encontrá-los nesses idiomas.

E claro que eu não posso deixar de agradecer a Laís Néspole por te me indicado e enviado esses livros! Gracias, Lalita 

Em breve venho contar sobre a Jessie pra vocês!
Beijinhos!

Anúncios

2 comentários sobre “[Resenha] Johnny Be Good – Paige Toon

Conta pra gente o que achou!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s