[Resenha] ABC do Amor – A.C. Meyer, Brittainy C. Cherry e Camila Moreira

Não sei o que falar desse livro.. Apenas sentir

ABC_DO_AMOR_1493960487677671SK1493960487BSinopse: O amor é o personagem principal desta antologia que reúne três das mais românticas autoras da atualidade Inconveniente, não retribuído, desejado, com final feliz ou sem esperanças, o amor não sai de moda. Em Doce reencontro, o destino encontra a saudade. Jade nunca esqueceu o ex-namorado, que terminou tudo e a trocou pela carreira. Mas a receita de um grande amor nunca desanda. O que acontece quando os dois se reencontram? O perdão é capaz de mudar a história em As cartas que escrevemos. Quando Jake retorna à cidadezinha onde cresceu, o agora ator famoso só esperava ver o seu grande amor mais uma vez. Mesmo que fosse no altar. Com outro homem. É possível fazer Ana Louise mudar de ideia? Além das cores prova que o amor pode nascer do desejo. Alice acabou com o pior tema no projeto final da faculdade. Ela precisa escrever a biografia de Leandro, um artista plástico temperamental, fechado e extremamente gato. A atração entre ambos é intensa, mas os fantasmas do passado podem atrapalhar tudo.

… Um escritor não escreve apenas por escrever. Não importa o que escreva, há sempre algo sempre além das palavras.

ABC do Amor a meu ver foi uma das minhas melhores leituras de 2017 até o momento (Ok, o ano não acabou ainda), não sei porque ele é um livro de contos ou porque eu me envolvi muito com as histórias. Continuar lendo

Li por aí…

“… porque algumas vezes eles estiveram no escuro com ele, bem baixinho, falando no ouvido e deixando a língua tocá-la de propósito de vez em quando outras coisas que inventava: ‘Toda vez que pedir pra sair eu vou, toda vez que me pedir pra voltar será já, toda vez que me pedir pra compreender eu calarei, e toda vez que não entender basta perguntar… Toda vez que pedir no claro, é claro que sim, no escuro for, será assim. Toda vez que perder o rumo serei teu passo, se fugir desse mundo, deixe que eu te laço, toda vez que chorar será um abraço… Toda vez qeu desesperar eu calmarei, toda vez qeu sonhar e esperar eu vou trazer, toda vez quando se entregar eu vou fazer… Toda vez quando demorar, eu vou perder do sono de vez, e toda vez que for embora, nao serei mais eu’…”

(O Mundo de Vidro – Maurício Gomyde)

[Resenha] Pipocando – Rolandinho e Bruno Bock

Meu Deus, como faz tempo que não faço uma resenha por aqui, mas graças a Deus existe as férias (para quem não sabe, faço curso técnico de design, então está aí o motivo da minha ausência)

Dessa vez resolvi quebrar todos os tabus que eu tinha em relação a livros escritos por youtubers. 

Tudo bem que o livro em questão, é escrito pelos youtubers do maior canal de cinema da América Latina (mais de 2 milhões de inscritos no canal), o Pipocando.

pipocando-capa_1

Novo Conceito

 Sinopse: Rolandinho e Bruno Bock compartilham, por meio do relato de suas histórias, os tropeços e acertos que levaram o Pipocando a alcançar marcas incríveis – 140 milhões de visualizações e mais de 1,7 milhão de inscritos, transformando-o no maior canal de cinema da América Latina – desde a criação dos primeiros projetos fracassados até o desafio de gerenciar e motivar uma equipe competente.

Recheado de segredos, experiências e histórias hilárias, este livro pretende mostrar que o sucesso vem, na maioria das vezes, para quem tem coragem e disposição de sobra – claro, se você tiver café, também ajuda.

Ele conta a história de jovens sonhadores que apesar de viverem em um mundo de conflitos e desafios dignos de cinema, conseguiram fazer diferente e mostrar que tudo é possível.

O livro em si é dividido em três partes, contando a histórias de RolandinhoBruno Bock (os criadores do canal), a criação do canal até os dias de hoje (com o dia a dia dentro da produtora e depoimentos de algumas pessoas que fazem toda essa mágica vou aproveitar e fazer meu jabá pro Jack, que também tem um canal no youtube sobre cultura Oriental), e por último um manual de sobrevivência para produzir no youtube.
Continuar lendo

[Pipoca em Casa] – Os Delírios de Consumo de Becky Bloom

Hey Hunters.

Chegou a tão sonhada sexta-feira, e ainda melhor por ser véspera de feriado de carnaval. Se você não é um folião assim como eu, e está em um relacionamento sério com o Netflix, aqui vai mais uma dica de filme que foi inspirado em livros.

O filme de hoje é Os Delírio de Consumo de Becky Bloom, lançado em 2009 pela Disney (tá, eu sei que é um filme antigo, mas eu amo esse filme e morro de rir toda vez que vejo ele), onde conta a história da Rebecca Bloomwood, uma garota nova-iorquina, que tem uma leve compulsão por compras, até que esse vício a leva a falência e a grandes consequências.

Confira abaixo o trailer e a sinopse do filme.

Continuar lendo