[Resenha] Bom dia, Verônica –

bom-dia-veronica-darkside-books-capa

Editora DarkSide Books

Sinopse: Em “Bom dia, Verônica”, acompanhamos a secretária da polícia Verônica Torres, que, na mesma semana, presencia de forma chocante o suicídio de uma jovem e recebe uma ligação anônima de uma mulher desesperada clamando por sua vida. Com sua habilidade e sua determinação, ela vê a oportunidade que sempre quis para mostrar sua competência investigativa e decide mergulhar sozinha nos dois casos. No entanto, essas investigações teoricamente simples se tornam verdadeiros redemoinhos e colocam Verônica diante do lado mais sombrio do homem, em que um mundo perverso e irreal precisa ser confrontado.

Andrea Killmore compõe thrillers como os grandes mestres, e sua experiência de vida confere uma autenticidade que poucas vezes encontramos em suspenses policiais, vibrante e cruel — como a realidade.

“As mentiras… bem, as mentiras só serviam para manter tudo no seu devido lugar.”

Em “Bom dia, Verônica”, acompanhamos a secretária da polícia Verônica Torres, 38 anos, secretária pessoal do Delegado Carvana, titular do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa) que, na mesma semana, presencia de forma chocante o suicídio de uma jovem e recebe uma ligação anônima de uma mulher desesperada clamando por sua vida. Continuar lendo

Anúncios

[Resenhas de Clássicos] O Médico e o Monstro – Roberto Louis Stevenson

Olá leitores! Já comecei o ano com a leitura desse clássico para finalmente conhecer a história dos enigmáticos personagens Dr. Jekyll e Mr. Hyde.

o-medico-e-o-monstro-1

Editora Nova Fronteira

Sinopse: As suspeitas começaram quando Mr. Utterson, um advogado londrino, leu o testamento de seu velho amigo Henry Jekyll. Qual era a relação entre o respeitável Dr. Jekyll e o diabólico Edward Hyde? Quem matou Sir Danvers, o ilustre membro do parlamento londrino? Assim começa uma das mais célebres histórias de horror da literatura mundial. A história assustadora do infernal alter ego do Dr. Jekyll e da busca através das ruas escuras de Londres que culmina numa terrível revelação.

Depois de terminar Frankenstein e ficar surpresa com as diferenças entre o que eu ouvia falar do clássico e a história real do livro, incluí O Médico e o Monstro na minha lista de leitura.

O livro é contado pelo ponto de vista de Mr. Utterson, advogado e amigo de longa data do médico Henry Jekyll. Depois de ouvir um relato perturbador sobre um tal de Hyde e desconfiar da ligação entre o estranho e seu conhecido, Utterson fica preocupado e começa uma investigação.

Mr. Hyde era pálido e pequenino. Dava a impressão de ser deformado, embora não tivesse qualquer anomalia visível Tinha um sorriso desagradável. Comportava-se diante do advogado com uma espécie de combinação fatídica de timidez e audácia, e falava com uma voz rouca, sussurrada e algo entrecortada.  

À medida em que a trama se desenrola, o suspense envolve um pouco de ficção científica e ainda beira o horror, discutindo a questão da dualidade humana. Existem pessoas boas e pessoas más ou todos temos o bem e o mal dentro de nós? E seria possível separar os dois lados? Continuar lendo

[Resenha] Extraordinário – R. J. Palacio

Hey hunters! A adaptação de Extraordinário chega aos cinemas esse ano, então corri pra ler a história de Auggie!

untitled

Editora Intrínseca

Sinopse: August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade – até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente – convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos.

Extraordinário é um livro infanto juvenil, fofo a vida toda, e bem difícil de não amar. Acompanhamos Auggie em uma fase de transição em sua vida: a ida para a escola. Antes ensinado em casa pela sua mãe (o que é possível e comum nos EUA), o menino que já passou por várias cirurgias faciais e que prefere se esconder do mundo precisa se adaptar à realidade escolar, que inclui muita rejeição e bullying.

Sei que não sou um garoto de dez anos comum. Quer dizer, é claro que faço coisas comuns (…). Essas coisas me fazem ser comum. Por dentro. Mas sei que as crianças comuns não fazem outras crianças comuns saírem correndo e gritando do parquinho. Sei que os outros não ficam encarando as crianças comuns aonde quer que elas vão. 

O livro é feito de capítulos pequenos, que, apesar do tamanho, são altamente descritivos e prendem a atenção. É no mesmo estilo de “Para Todos os Garotos Que Já Amei”, de Jenny Han que é lindo maravilhoso, leia se você ainda não conhece e “Tudo e Todas as Coisas”, de Nicola Yoon só livro amorzinho mesmo.

O que eu realmente amei em Extraordinário foi que a autora se preocupou em mostrar os diferentes pontos de vista das pessoas à volta de Auggie. Podemos acompanhar a história na perspectiva dos fatos, e não apenas na visão de um personagem – afinal uma história tem vários lados. Vemos erros e acertos de cada um e lutas diárias pelas quais todos eles passam. Acredito que foi a forma da autora dizer “estou contando a história de um garoto diferente, mas olha como na verdade somos todos iguais”.

Livro super indicado! É uma leitura fofa e rápida, do tipo que diverte e faz refletir ao mesmo tempo. ❤

4

Boa leitura, hunters! 😉

[Resenha] Contos Peculiares – Ransom Riggs

Olá leitores! Hoje tem resenha de mais um livro do monstro criativo Ransom Riggs, autor que já tinha me ganhado com o Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares.

contos-peculiares

Editora Intrínseca

Sinopse: Antes de haver o lar da srta. Peregrine, a história dos peculiares estava escrita nos Contos. O menino que virou gafanhoto e fugiu com os gansos. A princesa com língua de cobra à procura de um príncipe com quem se casar. Canibais ricos que comem braços de peculiares. Essas são apenas algumas histórias reunidas nesta coletânea pelo estudioso Millard Nullings, o menino invisível acolhido no lar da srta. Peregrine. Passados de geração em geração há séculos, os Contos guardam, em suas histórias sombriamente divertidas, informações valiosas sobre o mundo peculiar. Saiba como foi criada a primeira fenda temporal, acompanhe a batalha das pombas de Londres contra os humanos e descubra detalhes inusitados nos surpreendentes comentários e notas de Millard. Um livro fascinante para qualquer leitor e um delicioso presente para os fãs da série. 

Ransom Riggs é mito, pode escrever aí.

Contos Peculiares é como um livro dentro de outro livro. Dentro de uma história, no caso. Para quem já leu ou até viu o filme, que já foi lançado O Orfanato da Srta. Peregrine para Crianças Peculiares e sua continuação, Cidade dos Etéreos, o personagem Millard não é estranho ok, talvez um pouco estranho. Aqui é ele, um peculiar com a habilidade de ficar invisível, quem nos apresenta alguns dos contos da história dos peculiares. Pessoas como nós, mas um tanto diferentes.
Continuar lendo