[Resenha] Pipocando – Rolandinho e Bruno Bock

Meu Deus, como faz tempo que não faço uma resenha por aqui, mas graças a Deus existe as férias (para quem não sabe, faço curso técnico de design, então está aí o motivo da minha ausência)

Dessa vez resolvi quebrar todos os tabus que eu tinha em relação a livros escritos por youtubers. 

Tudo bem que o livro em questão, é escrito pelos youtubers do maior canal de cinema da América Latina (mais de 2 milhões de inscritos no canal), o Pipocando.

pipocando-capa_1

Novo Conceito

 Sinopse: Rolandinho e Bruno Bock compartilham, por meio do relato de suas histórias, os tropeços e acertos que levaram o Pipocando a alcançar marcas incríveis – 140 milhões de visualizações e mais de 1,7 milhão de inscritos, transformando-o no maior canal de cinema da América Latina – desde a criação dos primeiros projetos fracassados até o desafio de gerenciar e motivar uma equipe competente.

Recheado de segredos, experiências e histórias hilárias, este livro pretende mostrar que o sucesso vem, na maioria das vezes, para quem tem coragem e disposição de sobra – claro, se você tiver café, também ajuda.

Ele conta a história de jovens sonhadores que apesar de viverem em um mundo de conflitos e desafios dignos de cinema, conseguiram fazer diferente e mostrar que tudo é possível.

O livro em si é dividido em três partes, contando a histórias de RolandinhoBruno Bock (os criadores do canal), a criação do canal até os dias de hoje (com o dia a dia dentro da produtora e depoimentos de algumas pessoas que fazem toda essa mágica vou aproveitar e fazer meu jabá pro Jack, que também tem um canal no youtube sobre cultura Oriental), e por último um manual de sobrevivência para produzir no youtube.
Continuar lendo

Anúncios

[Resenha] Colin Fischer – Ashley Edward Miller e Zack Stentz

Ei hunters! Hoje a resenha é de um livro escrito por dois caras que já trabalharam em Fringe e X-Men: Primeira Classe, e criaram em Colin um protagonista que consegue encantar através de suas dificuldades.  

colin-fischer_1.jpg.1000x1353_q85_crop

Editora Novo Conceito

Sinopse: RESOLVENDO O CRIME. UMA EXPRESSÃO FACIAL POR VEZ. O ano letivo de COLIN FISCHER acabou de começar. Ele tem cartões de memorização com expressões faciais legendadas, um desconcertante conhecimento sobre genética e cinema clássico e um caderno surrado e cheio de orelhas, que usa para registrar suas experiências com a MUITO INTERESSANTE população local. Quando um revólver dispara na cantina, interrompendo a festinha de aniversário de uma das garotas, Colin é o único que pode investigar o caso. Está em suas mãos provar que não foi Wayne Connelly, justamente aquele que mais o atormenta, que trouxe a arma para a escola. Afinal de contas, a arma estava suja de glacê, e Wayne não estava com os dedos sujos de glacê…

 

Acompanhamos alguns dias na vida de Colin Fisher, um garoto de 14 anos, que coincidem com sua primeira experiência escolar sem uma acompanhante para as aulas e corredores da escola. Agora sozinho, ele precisa enfrentar uma batalha todo dia. Colin tem Síndrome de Asperger, como ele mesmo explica ao seu professor de Educação Física:

“- É uma condição neurológica relacionada ao autismo (…). Fui diagnosticado como altamente operacional, mas ainda tenho poucas habilidades sociais e problemas de interação sensorial que me dão déficits graves em áreas de coordenação física.”

Colin tem sua própria maneira de ver o mundo. Analisa tudo com cuidado, minuciosamente, e é inteligente para perceber o que os outros não veem com facilidade, como um investigador. Usa um caderno vermelho para fazer anotações como forma de estudo para tentar compreender melhor o que acontece à sua volta. Continuar lendo

[Resenha] O Homem Perfeito – Vanessa Bosso

Sinopse: Melina teve alguns relacionamentos ruins, outros péssimos…
Mesmo assim, ela não desiste: um dia ainda vai encontrar alguém que a complete e que entenda algumas manias fofas que ela tem como comprar mais sapatos do que pode guardar ou tomar uma multa ou outra por excesso de velocidade. Ela faz a sua parte escrevendo um pedido ao universo, no qual descreve esse ser incrível nos mínimos detalhes. Agora é só esperar, certo?
Melina não imagina, porém, que esse presente dos céus já existe, mas foi parar nos braços de uma mulher in-su-por-tá-vel.
O que fazer quando o destino insiste em brincar com a sua paciência?

 

“Existem momentos na sua vida em que o mundo fica em suspenso e o espaço-tempo desaparece. É como se fôssemos transportados para outra dimensão, onde não há medo ou dúvidas.”

Melina tem 28 anos, está oficialmente encrencada, sem emprego, desabrigada, falida e acima de tudo sozinha, após um relacionamento conturbado. Ela se vê obrigada a voltar com seus 282 pares de sapato e seu carro envenenado, à sua cidade natal “Paraty”, no qual Melina saiu com 18 anos.
O que ela não esperava é que teria que enfrentar alguns medos e erros do passado. E que sua inimiga mortal estaria com o seu “homem perfeito”.

“Estamos todos a mercê do destino? Não temos livre arbítrio? Caminhamos nessa vida sempre regidos por um poder maior? Nossos destinos já estão traçados, sem direito a barganha ou atalhos?”

Com uma premissa clichê, #vanessabosso me conquistou e me fez dar altas gargalhadas com as enrascadas e trapalhadas de Melina, Bernado e sua turma. Com uma narrativa leve, cômica em primeira pessoa, somos praticamente inseridos na comédia romântica e parece que somos amigos íntimos de Mel. Continuar lendo

[Resenha] Tudo e todas as coisas – Nicola Yoon

Sei que estamos um pouco atrasados quanto aos posts de resenhas por aqui, mas a resenha de hoje entrou na minha lista de favoritos.

Sinopse: “Minha doença é tão rara quanto famosa. Basicamente, sou alérgica ao mundo. Qualquer coisa pode desencadear uma série de alergias. Não saio de casa. Nunca saí em toda minha vida. As únicas pessoas que já vi foram minha mãe e minha enfermeira, Carla. Eu estava acostumada com minha vida até o dia que ele chegou. Olho pela minha janela para o caminhão de mudança, e então o vejo. Ele é alto, magro e está vestindo preto da cabeça aos pés. Seus olhos são de um azul como o oceano. Ele me pega olhando-o e me encara. Olho de volta. Descubro que seu nome é Olly. Talvez eu não possa prever o futuro, mas posso prever algumas coisas. Por exemplo, estou certa de que vou me apaixonar por Olly. E é quase certo que será um desastre.”

 

“Tudo é um risco. Não fazer nada é um risco. A decisão é sua.”

O que você faria se fosse viver trancado todos os dias sem ter contato com o mundo? Como viver isolado ?

Maddy Whittier tem 18 anos e desde pequena foi diagnosticada com uma doença rara, ela é “alérgica ao mundo” vivendo em seu mundinho branco, com a mãe, a enfermeira, livros, jogos e a internet.  Ela tem uma vida feliz e saudável baseado em uma rotina.

O que ela não sabia é que com a chegada dos novos vizinhos e particularmente um garoto alto e magro, que se veste de preto e os olhos azuis, poderia mudar sua vida, e instigar sua curiosidade de conhecer o mundo exterior.         

” A vida é um dom não esqueça de vivê-la.”

Continuar lendo

Autora de ‘Se eu Ficar’ terá mais dois livros transformados em filme

A Universal Pictures adquiriu os direitos de ‘Apenas um Dia’ e ‘Apenas um Ano’ da autora americana Gayle Forman

Mais dois títulos da escritora americana Gayle Forman, do best-seller adolescente Se Eu Ficar, serão adaptados para o cinema. A Universal Pictures adquiriu os direitos dos livros Apenas Um Dia e Apenas Um Ano, com a intenção de unir as duas tramas e transformá-las em apenas um filme. As informações são do site da revista americana The Hollywood Reporter.

No Brasil, Apenas Um Dia foi lançado este mês pela editora Novo Conceito, e Apenas Um Ano está previsto para chegar às livrarias em fevereiro de 2015. A trama dos títulos conta a história de Allyson Healey e Willem, um jovem casal que se conhece em Paris e passam 24 horas juntos. O primeiro livro mostra o ponto de vista de Allyson, enquanto Apenas Um Ano conta a versão de Willem.

Com direção de R.J. Cutler e os atores Chloë Grace Moretz (Carrie, a Estranha) e Jamie Blackley (Branca de Neve e o Caçador) como protagonistas, a versão cinematográfica do livro Se Eu Ficar  fez 75 milhões de dólares (192 milhões de reais) em bilheteria no mundo todo. 

Confira as sinopses:

Apenas um dia – A vida de Allyson Healey é exatamente igual a sua mala de viagem: organizada, planejada, sistematizada. Então, no último dia do seu curso de extensão na Europa, depois de três semanas de dedicação integral, ela conhece Willem. De espírito livre, o ator sem destino certo é tudo o que Allyson não é. Willem a convida para adiar seus próximos compromissos e ir com ele para Paris. E Allyson aceita. Essa decisão inesperada a impulsiona para um dia de riscos, de romance, de liberdade, de intimidade: 24 horas que irão transformar a sua vida. Apenas um Dia fala de amor, mágoa, viagem, identidade e sobre os acidentes provocados pelo destino, mostrando que, às vezes, para nos encontrarmos, precisamos nos perder primeiro… Muito do que procuramos está bem mais perto do que pensamos.

Apenas um ano – Companion para apenas um dia. Vai ser no POV de Willem. “Você pode se apaixonar em apenas um dia? Você pode se tornar uma nova pessoa? Que tal em apenas um ano? Em apenas um dia e sua nova companheira de apenas um ano, abrigada boa garota americana AllysonLulu Healey eo ator Willem descontraído de Ruiter está prestes a descobrir contra uma matriz guia digno de cenários estrangeiros. partes iguais romance, vinda de conto de idade, mistério e brincadeira de viagem (com configurações que vão desde Stratford da Inglaterra upon Avon para Paris para Amsterdã para Bollywood da Índia ) apenas um dia e apenas um ano mostrar como na procura de alguém, você só pode acabar encontrando-se.

Fonte: Veja