[Resenha] Quando Tudo Volta – John Corey Whaley

Olá, leitores! Hoje tem resenha de mais um achado da Book Lovers Kids, um livro sensível sobre como a vida continua quando alguém que se ama desaparece.

quando-tudo-volta

Novo Conceito

Sinopse: Uma morte por overdose. Um fanático estudioso da Bíblia. Um pássaro lendário. Pesadelos com zumbis. Coisas tão diferentes podem habitar a vida de uma única pessoa? Cullen Witter leva uma vida sem graça. Trabalha em uma lanchonete, tenta compreender as garotas e não é lá muito sociável. Seu irmão, Gabriel, de 15 anos, costuma ser o centro das atenções por onde passa. Mas Cullen não tem ciúmes dele. Na verdade, ele é o seu maior admirador.
O desaparecimento (ou fuga?) de Gabriel fica em segundo plano diante da nova mania da cidade: o pica-pau Lázaro, que todos pensavam estar extinto e que resolveu, aparentemente, ressuscitar por aquelas bandas.
Em meio a uma cidade eufórica por causa de um pássaro que talvez nem exista de verdade, Cullen sofre com a falta do irmão e deseja, mais que tudo, que os seus sonhos se tornem realidade. E bem rápido.

“Quando Tudo Volta” foi mais um livro desconhecido que comprei em uma Book Lovers Kids, uma feira de livros que aparece de vez em quando em shoppings aqui na cidade. A maioria é de livros infantis, mas também têm alguns adultos e teens, e são baratos acho que paguei 10 reais por esse. Sempre encontro várias obras publicadas pela Editora Novo Conceito na feira, e são livros que sempre me surpreendem com histórias lindas, simples mas profundas (clique aqui para ler a resenha de Colin Fisher, outra boa aposta da editora encontrada na feira).
Continuar lendo

Anúncios

[Resenha] Amor em Jogo – Simone Elkeles (série Wild Cards #1)

amor_em_jogo_1404833369b

Globo Livros

Sinopse: Ashtyn Parker já está acostumada a ser abandonada, e aprendeu a não se deixar envolver demais em nenhum relacionamento. Quando sua irmã mais velha volta para casa, depois de dez anos, com um enteado a tiracolo, ela não quer saber de nenhum dos dois. O que Ashtyn não esperava é que o tal garoto mal-encarado e sem nenhum limite seria também… Irresistível. Depois de ser expulso do colégio interno em que estudava, Derek Fitzpatrick não teve outra escolha senão ir morar com a esposa de vinte e poucos anos de seu pai, que está viajando pela Marinha. Além de ter que aturar a madrasta, ele recebe a notícia de será obrigado a se mudar da Califórnia para sua cidade natal, Illinois. A vida não tinha mesmo como ficar pior… Ashtyn se esconde atrás de uma fantasia da vida perfeita: boa aluna, a única menina – e capitã! – do time de futebol americano da escola e namorada do quarterback promissor. Tudo parecia um conto de fadas. Ainda assim, ela se sente deslocada, e tem um plano para deixar tudo pra trás e correr em busca da bolsa de estudos em alguma faculdade bem longe de sua vida atual. Tudo o que Derek menos quer é participar de mais um drama familiar – já bastam os seus. Agora, ele se vê preso a uma casa estranha, com pessoas que não conhece e em uma cidade bem diferente do que está acostumado. O que ele não esperava era que aquela garota briguenta e fã de junk food seria capaz de mexer tanto com seus sentimentos. Ainda mais ele, tão acostumado a descartar meninas por aí. Para azar – ou sorte!? – de Ashtyn e Derek, o destino ainda guarda mais uma reviravolta na manga. Mesmo com hábitos, ideias e sonhos completamente opostos, um desejo incontrolável surge entre os dois e, juntos, eles enfrentarão o desafio de vencer os preconceitos e os tabus da cidade em que vivem, além de seus próprios medos, para se entregarem completamente a uma paixão avassaladora.

“Todo mundo tem um propósito na vida, ele me disse uma vez. Encontrar o seu é crucial para saber quem você é e o que você quer ser.”

O que acontece quando dois personagens tão diferentes se trombam? Quais sentimentos eles escondem? Como lidar com isso? Como enfrentar o medo de se envolver com alguém e se dedicar de corpo e alma, enquanto ambos só conhecem o abandono? Continuar lendo

[Resenhas de Clássicos] O Misterioso Caso de Styles – Agatha Christie

Olá hunters! Hoje tem mais um clássico da Rainha do Crime: o primeiro livro lançado por Agatha Christie, que também é a estreia do famoso detetive Hercule Poirot!

o-misterioso-caso-de-styles

Sinopse: Em Styles Court, uma antiga mansão inglesa, a senhora da casa é misteriosamente assassinada por envenenamento. Quase todos os habitantes da mansão tinham meios e motivos para cometer o crime. Contudo, o principal suspeito é o segundo marido da vítima, muitos anos mais moço do que ela e discretamente hostilizado pelos outros membros da família. É então que surge Hercule Poirot, o excêntrico detetive belga que, com grande astúcia e inteligência, consegue deslindar o mistério e levar ao castigo quem realmente cometeu o assassinato.

Antes de mais nada, deixa eu falar que li essa edição antiga do livro, lançada em 1983 pela Abril Cultural, série Grandes Sucessos, olha que fantástico! Amo um livro novo, mas ler uma obra que além da história contada pelo autor também traz as marcas de outros leitores e do tempo é uma delícia! Agradeço a minha amiga Bruna Couto por ter me emprestado o livro, e também por ter me “apresentado” à Agatha.

Você se lembra do jogo Detetive? bom, quem tiver mais ou menos minha idade vai lembrar… Quando li a sinopse pensei imediatamente nele: uma mansão, várias pessoas diferentes ali reunidas, um assassinato. Quem foi o responsável?

Narrado pelo personagem Arthur Hastings, amigo de longa data de Hercule Poirot, o livro foi escrito durante a Primeira Guerra Mundial e lançado em 1920. É a primeira aparição do tão famoso detetive belga, refugiado da guerra, que encontrou um novo lar na Inglaterra. O caso gira em torno da morte de Emily Inglethorp, benfeitora extremamente rica que ajudou Poirot quando ele precisou de refúgio no país.

Na Bélgica, certa vez, conheci por acaso um homem, detetive muito famoso, e ele me entusiasmou completamente. Era um baixinho extraordinário. Costumava dizer que todo o trabalho de um bom detetive era simples questão de método.

O capitão Hastings é convidado a passar uns dias na casa de Emily Inglethorp, dona da mansão chamada Styles Court porque era comum dar nome às moradias, não números. Ainda hoje existem casas assim na Europa. Lá ele encontra os moradores do lugar: John e Lawrence Cavendish, enteados criados desde cedo pela Sra. Inglethorp; Mary Cavendish, esposa de John; Evelyn Howard, governanta da casa; Cynthia Murdoch, protegida da Sra. Inglethorp; vários empregados, incluindo uma mulher chamada Dorcas, e Alfred Inglethorp, novo marido da Sra. Inglethorp, e cerca de 20 anos mais novo. Naturalmente, ninguém parece gostar de Alfred, que tem todo o tipo de quem desejar aplicar o golpe do baú.
Continuar lendo

[Resenha] O Duque e Eu – Julia Quinn

Olá, hunters! Essa semana li o primeiro livro da série Os Bridgertons, um livro que é um pouco Orgulho e Preconceito e um pouco Muito Mais que Uma Princesa, e vim contar o que achei. 😉

o-duque-e-eu

Editora Arqueiro

Sinopse: Pode haver um desafio maior do que um duque solteiro? Simon Basset, recém-nomeado duque de Hastings, está prestes a pedir a mão de Daphne Bridgerton em casamento. Daphne é irmã de seu melhor amigo e quase uma solteirona, mas somente eles dois conhecem a verdade… Tudo não passa de um plano, com dois intuitos: proteger o charmoso duque dos avanços das moças solteiras e aumentar as chances de Daphne de conseguir um bom partido, depois de ter sido cortejada por um duque. No entanto, enquanto Daphne valsa pelo salão de baile nos braços de Simon, fica difícil se lembrar de que aquele romance é apenas uma encenação. Daphne não tem certeza se é o sorriso sedutor de Simon, ou se é o jeito como ele olha para ela, mas a verdade é que ela está se apaixonando… de verdade! E agora, ela precisa fazer o impossível para convencer o atraente duque de que o plano que ambos tão bem arquitetaram merece uma ligeira alteração, e que talvez os dois descubram que pode ser bem melhor e eficaz se a farsa se transformar em realidade…

Romance de época romance romântico, inclusive, O Duque e Eu foi originalmente publicado em 2000, fato que só descobri depois da leitura. É o primeiro da série Os Bridgertons, que já conta com 8 livros, cada um contando a história de um dos irmão da família que reside na cidade de Londres do século 19. No Brasil, o livro foi publicado em 2013 e a última obra da série saiu no início deste ano.

Como diz a sinopse do livro, Simon Basset, o novo duque de Hastings, não deseja toda essa atenção das solteiras da cidade – e em especial a de suas mães – e tem um plano. Daphne, que é esperta e está acostumada a lidar com homens – apenas porque tem 3 irmãos mais velhos -, acredita que será beneficiada pela atenção pública do duque e concorda em ser “cortejada” por ele, mesmo que seja fingimento será? Continuar lendo

[Resenha] Belo Sacrifício | Beautiful Sacrifice – Jamie McGuire

Hi Hunters!

Belo Sacrifício conta a história do Taylor Maddox, um dos gêmeos, e Falyn Fairchild. Não sei se vocês sabem, mas essa que vos fala é totalmente apaixonada pelos Maddox! E não sei porque não fiz essa resenha quando li o livro ano passado, mas acabei de reler e preciso dizer que esse talvez seja o meu Maddox preferido.

belo-sacrificio

Sinopse: O terceiro volume da série sobre os irmãos mais barulhentos e irresistíveis da literatura jovem adulta. Falyn Fairchild abandonou seu carro, seus estudos e até seus pais. Filha do próximo governador do Colorado, ela está de volta à sua cidade natal, falida e trabalhando como garçonete em um café. Ao fim de cada turno, ela guarda o que recebeu, esperando um dia ter o suficiente para comprar uma passagem para o único lugar onde pode encontrar redenção: Eakins, Illinois. No instante em que Taylor Maddox entra no café, Falyn sabe que ele trará problemas. Taylor é charmoso, não cumpre promessas e é lindo mesmo coberto de fuligem, fazendo dele tudo o que Falyn acredita que um bombeiro de sucesso deve ser. Mas ela não está interessada em se tornar mais uma em sua lista — e, para um dos Maddox, uma garota desinteressada é o desafio mais atraente de todos. Neste novo livro da série, o foco agora é Taylor, um dos gêmeos, que se envolve com uma garota cheia de segredos — e, pela primeira vez, pode ser ele quem sairá machucado dessa história.

Não tenho muito o que falar do Taylor. Ele é um Maddox. E é bombeiro. É impossível não se apaixonar por ele. E, por ser um Maddox, ele não desiste fácil. Faz de tudo para derrubar as barreiras da Falyn e ficar com ela. Continuar lendo